Clima

Base Aérea orienta que pessoas isoladas façam sinais em caso de necessidade de resgate por aeronave na Quarta Colônia

Foto: Força Aérea Brasileira / Divulgação

Uma operação conjunta entre os órgãos de segurança pública de Santa Maria realiza voos com uma Aeronave Remotamente Pilotada (ARP) na tarde deste domingo (5) para identificar pessoas que necessitam de resgate nos municípios da região da Quarta Colônia. A orientação é para que as pessoas isoladas em situação de risco, ao visualizar ou ouvir a aeronave, saiam dos abrigos, sinalizem ou façam marcas no solo para serem identificadas. A partir de imagens em tempo real, será possível mapear pontos que ainda não foram acessados e, assim, realizar os resgates. Os primeiros sobrevoos ocorreram em Silveira Martins, Itaara e próximo à BR-158.

A ação é organizada pela Base Aérea de Santa Maria (Basm), Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), Exército Brasileiro, Bombeiros e Brigada Militar. O drone modelo RQ-900 é operado pelo Esquadrão Hórus, da Base Aérea. 

As aeronaves remotamente pilotadas (ARP) possibilitam analises em tempo real e com alta precisão das áreas expostas, auxiliando no mapeamento e modelagem, além de permitir a mensuração da população em risco na área de estudo. A aeronave é usada em missões de apoio aos órgãos de segurança pública e esta é a primeira vez que será utilizada em situação de desastre natural.

Fonte: Diário de Santa Maria

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Veja também