Geral

Ação conjunta da Polícia Civil e Brigada Militar visa o combate a crimes de homicídio, tortura e tráfico de drogas em São Borja

Durante a operação são cumpridas 27 ordens judiciais, incluindo 13 mandados de prisão preventiva e 14 mandados de busca e apreensão domiciliar

Durante a operação estão sendo cumpridas 27 ordens judiciais. Foto: Reprodução/Polícia Civil

A Polícia Civil, através da 1ª DP de São Borja, com apoio da DRACO de Santiago e das demais Delegacias integrantes da 21ª Delegacia Regional, com apoio do efetivo da Operação Protetor das Fronteiras e Divisas e do 2º Batalhão de Policiamento de Área de Fronteira (2º BPAF) da Brigada Militar, deflagra na manhã desta quarta-feira (26) a Operação TOXICUS, tendo como foco o combate a crimes de homicídio, tortura e tráfico de drogas na cidade de São Borja.

Durante a operação estão sendo cumpridas 27 ordens judiciais, incluindo 13 mandados de prisão preventiva e 14 mandados de busca e apreensão domiciliar.

As investigações coordenadas pela delegada Elisandra Batista, da 1ª Delegacia de Polícia Civil de São Borja, relativas ao crime de tortura tiveram início há aproximadamente um mês, quando foi recebida a notícia de que um indivíduo havia sido torturado por integrantes de um grupo criminoso ligado ao tráfico de drogas no bairro Paraboi.

A tortura teria sido motivada pelo fato da vítima estar supostamente envolvida em crimes de furto e receptação, fato que poderia atrair a presença da polícia para região conflagrada pelo tráfico, frustrando objetivos comerciais dos tráfico de drogas.

A vítima foi torturada em duas ocasiões, sendo que em uma delas teve um dos dedos da mão quebrados a marretadas, além de apresentar diversas lesões decorrentes da tortura sofrida. Com relação a este fato são cumpridas sete prisões preventivas e sete mandados de busca.

A Operação também visa prender preventivamente seis indivíduos envolvidos na morte de Robert Silveira Pinto (18 anos), executado a tiros em via pública no Centro da cidade na última quarta-feira, dia 19/06/2024.

As investigações tiveram início imediatamente após o fato e com o avanço das diligências foi possível constatar que alguns dos autores do crime de tortura antes mencionado, também teriam participação no homicídio de Robert.

Os elementos até então coletados evidenciam que os crimes apurados têm total relação com o tráfico de drogas local.

A operação conta com efetivo de aproximadamente 90 policiais, sendo 60 Policiais Civis e 30 Policiais Militares e representa rápida e efetiva resposta das instituições de Segurança Pública, que trabalharam em conjunto para elucidação e repressão destes graves crimes ocorridos no município.

As ações de hoje representam a desarticulação de um grupo criminoso atuante no tráfico de drogas nos Bairros Paraboi e Cemitério, no município de São Borja.

O nome TOXICUS faz alusão às drogas, propulsor de toda a sorte violência gerada pelo tráfico e consumo de entorpecentes, bem como homenageia o Dia Internacional do Combate às Drogas, comemorado no dia 26 de junho, mesmo dia da deflagração da Operação.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Veja também

Segurança

O programa tem como principal objetivo de transmitir uma mensagem de valorização à vida

Polícia

Suspeito fez ameaças; ele foi abordado em seguida pelos policiais

Geral

Desde 2000, o programa atende crianças e adolescentes, e milhares de jovens das escolas estaduais, municipais e particulares

Polícia

Mulher é ameaçada de morte pelo companheiro com uma arma de fogo