Meio Ambiente

Projeto Pila Verde tem novo reconhecimento nacional

Desta vez como uma tecnologia social, na 12ª edição do prêmio Fundação BB de Tecnologia Social

Um Pila Verde por cada cinco quilos de resíduos orgânicos. Foto: Divulgação

Depois de ter conquistado premiação do Sebrae do Rio Grande do Sul e ser finalista do prêmio Prefeitura Empreendedora, em Brasília (no ano de 2022), o projeto Pila Verde conquistou um novo reconhecimento nacional. Desta vez, por meio da Fundação Banco Brasil, que reconheceu o Pila Verde como uma tecnologia social, na 12ª edição do prêmio Fundação BB de Tecnologia Social.

Criado em 2020, o projeto Pila Verde faz sucesso com sua proposta de troca de lixo orgânico por cédulas de uma moeda municipal que é usada para comprar dos feirantes da agricultura familiar. Os resíduos são usados para a produção de adubo orgânico e beneficiam as famílias rurais, que podem cobrar o adubo ou mudas de hortaliças a preço de compra, fornecidos pela Secretaria. O Pila Verde é um dos programas de maior sucesso da Administração Municipal, tendo recebido diversos prêmios.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Veja também

Meio Ambiente

Moradora fotografou grande quantidade de resíduos domésticos que foram despejados por alguém em horas incertas

Meio Ambiente

Entre as melhorias estão pista de caminhada, calçamento em PAVs, bancos novos, lixeiras, pracinha, academia

Educação

Seis escolas se inscreveram, com alunos dos sextos anos, orientados pelos seus professores

Economia

O cadastro é totalmente gratuito e, em breve, o uso do cartão do Banco Pila será a única forma de utilizar suas moedas digitais,...