No ar:
Olho Vivo - Jones Diniz    08h10min às 09h55min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


12/01/2020 | 14h35min

Projeto visa divulgar plantas alimentícias não convencionais

Em cem anos, tipos de plantas consumidas caiu de 10 mil para 170

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Estudo da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) mostra que o número de plantas consumidas pelo homem nos últimos cem anos se reduziu de 10 mil para apenas 170. No Brasil, apesar da riqueza e variedade de espécies encontradas na natureza, a demanda do mercado se concentra em algumas dezenas de itens, esquecendo milhares de outras espécies disponíveis.

 

Com base neste comportamento, desde 2013, o Departamento de Biologia da Universidade Federal Fluminense (UFF) vem resgatar a cultura popular do consumo de plantas alimentícias muito usadas no passado e cada vez mais esquecidas, através do projeto Pancs (Plantas Alimentícias Não Convencionais), 

 

Em entrevista à Agência Brasil, a professora do departamento, Odara Boscolo, explica que os brasileiros, com o passar do tempo, perderam o hábito de consumir plantas que comiam antigamente, como aroeira, picão, mostardas, entre outras. “O pessoal foi perdendo o costume. O Pancs procura fazer o resgate de uma cultura popular que a gente tinha”.


Veja também:


31/05/2020 | 15h08min

» Saúde: Quatro vacinas contra a Covid-19 podem começar a ser produzidas ainda este ano

31/05/2020 | 15h05min

» Economia: Bandeira tarifária verde será mantida no ano inteiro, anuncia ANEEL

31/05/2020 | 14h50min

» Pandemia: Número de mortes por Covid -19 chega a 222 no RS


Comentários:


Voltar ao topo