No ar:
Amanhecer nos Pampas - Luiz Fernando Rocha    05h00min às 06h30min

Ouvir!     

» Geral » #ficaadica


13/01/2022 | 08h42min

Nutricionista lista alimentos e bebidas que ajudam a refrescar no calor

Juliana Vieira aconselha investir em águas saborizadas

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Estamos no verão e para aliviar o calor nos dias mais quentes é preciso investir em bebidas e alimentos que refrescam o corpo.


Segundo a nutricionista Juliana Vieira, além da água, temos diversos alimentos e bebidas refrescantes que podem ajudar a aliviar o calor. A profissional listou alguns deles:


Águas aromatizadas ou saborizadas


Elas chegaram com tudo. Estão na moda e marcam presença em restaurantes e bares, sendo apreciadas principalmente por quem acha a água sem graça.


Uma sugestão é colocar 1 litro de água filtrada, 2 limões bem lavados cortados em rodela e folhas de hortelã e deixar na geladeira até a hora de servir


 Chá gelado


A melhor opção será sempre a natural, sem açúcar e à base de ervas, flores e especiarias, como erva-mate, hibisco, camomila e gengibre.


Água de coco


O líquido é naturalmente rico em água e minerais que auxiliam na hidratação.



Iogurte

Iogurte é um delicioso alimento para se comer geladinho no verão. Fonte  de proteína e de probióticos, que ajudam a manter a saúde do seu sistema digestivo.


Melancia


Ajuda a hidratar por ter um teor de água de 92%, o que também explica ser pouco calórica.


Alimentos sólidos como frutas e legumes são importantes aliados da nossa saúde durante os dias de calor, por exemplo:



* Aipo

* Chicória

* Coco

* Coentro

* Couve

* Couve-flor

* Erva doce

* Figo

* Maçã

* Pera

* Romã

* Semente de girassol

* Uva


Veja também:


27/01/2022 | 16h50min

» Agricultura: Agricultura familiar elenca demandas para amenizar efeitos provocados pela estiagem

27/01/2022 | 10h08min

» Luto: Santiago perde um apaixonado defensor da natureza, o "Vô Cassol"

27/01/2022 | 09h42min

» Santa Maria: Boate Kiss: após 9 anos, familiares de vítimas veem início de justiça


Comentários:


Voltar ao topo