No ar:

Ouvir!     

» Geral » Educação


11/07/2019 | 16h18min

Escolas do município terão oficinas de Educação Financeira a partir de agosto

Atenderá turmas de 4ºs e 5ºs anos de 10 escolas, envolvendo cerca de 200 alunos

Secretária Mara explica como serão as oficinas. Foto: Divulgação/Márcio Brasil/Prefeitura de SantiagoSecretária Mara explica como serão as oficinas. Foto: Divulgação/Márcio Brasil/Prefeitura de Santiago

O segundo semestre na rede municipal terá grandes novidades (que os santiaguenses não perdem por esperar). Mas uma delas já podemos adiantar: será a implantação do Programa de Educação Financeira nas escolas. Vai acontecer como um projeto-piloto da Escola do Empreendedor, numa iniciativa que reúne as Secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Educação e Cultura. Atenderá turmas de 4ºs e 5ºs anos de 10 escolas, envolvendo cerca de 200 alunos.

 

Vai funcionar nas escolas municipais Tito Beccon, Heron Ribeiro, Servando Gomes, Severino Azambuja, Geraldina Bittencourt Borges, São José, João Evangelista, Silvio Aquino e Sebastião Colpo. Nesta etapa de piloto as aulas são ministradas por dois instrutores, com o objetivo de multiplicar a metodologia para professores da rede municipal de ensino. Os instrutores serão o administrador  e especialista em Gestão Empresarial Carlos Eduardo Machado dos Santos e o jornalista e escritor Márcio Brasil, ambos com especializações na área de Educação Financeira.

 

Esse piloto nas escolas tem o objetivo de disseminar a educação financeira na rede municipal de ensino, com a visão de tornar os alunos cidadãos mais conscientes em relação ao uso dos recursos financeiros, sustentabilidade e qualidade de vida. Desenvolver habilidades de planejamento, visão de futuro e o hábito de poupar e fazendo com que os jovens façam esse debate com os familiares. Desta forma, orientando os jovens a serem adultos mais conscientes em relação ao uso do dinheiro, diferente da geração atual, já que muitos já entram no mercado de trabalho endividados. 

 

Com essa iniciativa, o município atenderá três metas do programa Cidade Educadora: que são a Educação Empreendedora, Promoção Humana e Educação Fiscal. Para 2020, a ideia é de proporcionar esse conhecimento para um universo maior de aluno.


Veja também:


22/07/2019 | 11h16min

» Trânsito: Veículo capota em Unistalda

22/07/2019 | 11h04min

» Oportunidade: Emprego: tem vaga de vidraceiro no Sine de Santiago

22/07/2019 | 09h48min

» Segurança: Brigada Militar de Nova Esperança do Sul prende foragido


Comentários:


Voltar ao topo