No ar:
Tá em casa - Ieda Beltrão    14h00min às 15h00min

Ouvir!     

» Esporte » Internacional


15/09/2020 | 17h03min

Messi lidera ranking de jogadores mais ricos do futebol

Argentino tem vencimentos de US$ 126 milhões. Neymar é o terceiro

© Albert Gea/Reuteurs/Direitos Reservados© Albert Gea/Reuteurs/Direitos Reservados

Messi não conseguiu concretizar o que seria uma transferência multimilionária do Barcelona neste mês após uma disputa contratual, mas o craque argentino ainda continua sendo o jogador de futebol mais bem pago do planeta.

 

Segundo uma lista organizada pela Forbes, os vencimentos de Messi no ano chegaram a US$ 126 milhões (US$ 92 milhões em salário e US$ 34 milhões em contratos de patrocínio).

 

Como era de se esperar, Cristiano Ronaldo aparece em segundo lugar na relação com vencimentos de US$ 117 milhões. O atacante da Juventus tem também o status de jogador de futebol com mais seguidores nas redes sociais.

 

O brasileiro Neymar aparece em terceiro na lista da Forbes, com vencimentos de US$ 96 milhões, enquanto seu companheiro de PSG Kylian Mbappé é o quarto com US$ 42 milhões.

 

O campeonato inglês continua sendo a liga mais rica do planeta, apesar de apenas três de seus jogadores figurarem na lista dos 10 mais bem pagos: o atacante egípcio Mohammed Salah (Liverpool), em quinto com US$ 37 milhões, o meia francês Paul Pogba (Manchester United), em sexto com US$ 34 milhões, e o goleiro espanhol David De Gea (Manchester United), em 10º com US$ 27 milhões.

 

O francês Antoine Griezmann (Barcelona) aparece em sétimo, e o galês Gareth Bale (Real Madrid) é o oitavo. O atacante Robert Lewandowski (Bayern de Munique), único jogador da liga alemã, é o nono.


Veja também:


25/09/2020 | 09h58min

» Internacional: Cães são usados para detectar coronavírus em aeroporto na Finlândia

24/09/2020 | 17h23min

» Brasileirão : Moisés e Edenilson já estão à disposição no Inter contra o São Paulo

24/09/2020 | 12h29min

» Competição: Sorteio das oitavas da Copa do Brasil será no dia 1º de outubro


Comentários:


Voltar ao topo